Uma dieta equilibrada fornece os ingredientes fundamentais para que o animal tenha uma vida saudável, além de oferecer lucros e benefícios para o criador.

Dependendo da fase em que o animal em desenvolvimento se encontra, cabe ao tratador avaliar as necessidades nutricionais que serão apresentadas.

É necessário, portanto, um planejamento da alimentação, inclusive quanto à disponibilidade de ingredientes em quantidade e qualidade adequada a preços que viabilizem a produção. A aplicação correta de conhecimentos que atendam às exigências nutricionais da criação contribuem para a preservação do ambiente. O excesso de nutrientes pode causar transtornos, mas a falta deles também. Ingredientes que apresentam alta digestibilidade e disponibilidade uniforme dos nutrientes conferem o máximo de aproveitamento.

Esses quesitos atendem às necessidades básicas dos animais, evitando deficiências nutricionais, intoxicações crônicas ou agudas e o aumento da resistência às doenças.

Um dos principais fatores responsáveis pelo crescimento na produtividade da pecuária no Brasil foi a implementação de um sistema nutricional de qualidade. Essa melhora se deve ao extenso aprimoramento nas técnicas de aproveitamento das pastagens e no desenvolvimento de inúmeros cultivos destinados a cada situação de manejo e realidade de clima e solo regionais.

O objetivo crucial do balanceamento nutricional é combinar, proporcionalmente, os elementos alimentares, com a finalidade de fornecer quantidades corretas de nutrientes para o animal crescer, manter-se saudável e reproduzir-se.

Principais Substâncias

Macronutrientes: Proteína bruta, extrato etéreo, carboidratos e água.

Aminoácidos: Alanina, Arginina, Asparagina, Acido aspártico, Cistina, Glutamina, Ácido glutâmico, Glicina, Histidina, Isoleucina, Leucina, Lisina, Metionina, Fenilalanina, Prolina, Serina, Treonina, Tripofano, Tirosina e Valina.

Vitaminas: A, D, E, K, Tiamina B1, Riboflavina B2, Piridoxina B6, Cianocobalamina B12, Ácido Nicotínico, Ácido Pantotênico, Ácido fólico, Ácido lipoico, Ácido Ascórbico C, Biotina, Mioinositol e Colina.

Minerais: Cálcio, Fósforo, Potássio, Cloro, Magnésio, Ferro, Cobre, Zinco, Manganês, Cobalto, Iodo, Selênio, Flúor, Molibdênio e Cromo.

Ingredientes divididos em proteicos, energéticos e fibrosos

Proteicos: Farelo de soja, de algodão, de girassol, soja extrusada, farinha de carne, farinha de pena, farinha de peixe, aminoácidos sintéticos, sucedâneos do leite e sucedâneos sanguíneos.

Energéticos: Milho, Sorgo, Trigo, Triticale, Cevada, Centeio, Arroz, Gordura animal e óleo vegetal.

Fibrosos: Pasto, fenos, silagens, farelo de trigo, casca de soja, casca de arroz e polpa de citrus.